Moldado pela mão de Deus

Ministração para as Células – Semana 01 a 07 de Janeiro de 2013

Texto: Jeremias 18: 1-6
“A palavra do Senhor, que veio a Jeremias, dizendo: Levanta-te e desce à casa do oleiro, e eis que lá te farei ouvir as minhas palavras. E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas. Como o vaso que ele fazia de barro se quebrou na mão oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem a seus olhos fazer. Então veio a mim a palavra do Senhor , dizendo: Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro ó casa de Israel? diz o Senhor; eis que , como o barro na mão do oleiro , assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.”
Vocabulário:
Oleiro: aquele que trabalha em olaria; aquele que faz utensílios de barro.
Moldar: Dar Forma, Adaptar conforme.
  Jeremias foi um profeta que Deus levantou em Israel para mostrar os pecados da nação e fazer esta nação voltar-se para Deus.
  Na época do Novo e Antigo Testamento o oleiro era uma profissão muito comum. Como barro feito os potes para armazenar água, leite ,comida, vinho , guardar azeite, guardar até documentos  importantes ,cozinhar (panelas de barro). Embora hoje, ainda exista uma profissão, não é mais com tanta intensidade como no passado. Hoje usamos muito o alumínio, plástico, o vidro, e os objetos de barro são usados mais como decoração.
  Deus chamou o profeta Jeremias para descer a casa do Oleiro, porque lá ele entenderia as suas palavras. Deus é sobrenatural. Quando vem falar conosco Ele vem de maneira clara para que entendamos o que ele tem para nos falar, porque o nosso Deus não é Deus de confusão, mas de clareza, de ordem, de paz.
  Deus levou o profeta a visualizar a obra do oleiro.
  Naquele momento onde o profeta observava o trabalho do oleiro aconteceu alguns procedimentos importantes para a formação do vaso de barro, vamos ver quais foram os passos para essa criação:
§  O oleiro precisa da roda onde é colocado o barro. Enquanto aquela roda se movimenta em círculo com a ajuda dos pés do oleiro, o barro é colocado entre as mãos do oleiro para dá a forma ao barro que ele desejar (verso3)
§  No barro não pode faltar água. Se faltar a água, o barro seca e o vaso então se quebra entre as mãos do oleiro (verso 4).
§  O oleiro não desiste do barro e começa tudo de novo até da a forma que ele deseja (verso 4).
  Deus estava falando o seguinte para Jeremias: que Deus é o oleiro; a roda do oleiro é o centro da sua vontade; a água é a palavra de Deus e também o Espírito Santo; suas mãos o que dá a forma ao barro; e o barro somos nós. Essa palavra era direcionada ao povo de              Israel e hoje essa palavra continua viva, pois, hoje somos o Israel de Deus nesta terra.
  Deus está sempre disposto a mudar nossa história, nós que não estamos muito dispostos a ser moldados por Suas poderosas mãos. Quantas vezes nos ressecamos, ou seja, nos tomamos a Sua palavra a que nunca falha. Temos uma facilidade grande de esquecermo-nos de quem é Deus em meio às dificuldades e ai quando vem à mão de Deus para nos levar ao centro de sua vontade nos quebramos e perdemos a forma que o oleiro quer que tenhamos.
  Para ouvir a voz de Deus precisamos descer a casa do oleiro. Esse descer fala de humildade.
   Só o oleiro tem o poder de decisão: se deixa o vaso com deformidades ou perfeito, mas o nosso oleiro que é Deus  quer nos fazer perfeitos sem deformidades e Ele tem nos levado a isso. Para que aconteça o mover do Senhor Deus em nossas vidas precisamos ter um coração disposto para sermos moldados pelas Suas mãos e estar no lugar certo para nos tornarmos um vaso cheio do Espírito Santo e também um vaso de honra.
  Deus não desiste de você jamais!
  Mesmo que nos quebremos em meio as suas mãos, Ele nos molhará com o seu perdão com suas palavras de ressureição e nos levará de volta no meio das Suas mãos para nos dá a forma que Ele deseja.
Aleluia!
Obrigada Senhor por nos amar                                                      
Amo vocês, vasos de honra.
Apóstola Neme Célia Ribeiro.
“2013 o ano da maturidade.”